Notícias



PL prevê que empresas concessionárias de Sumaré fiquem obrigadas a contratar mão de obra local

Visualize fotos

 

Proposta do vereador Marcio Brianes reserva 60% do quadro de funcionários de concessionárias e permissionárias para trabalhadores domiciliados no município

 

O Projeto de Lei nº 22/2020, de autoria do vereador Marcio Brianes (PCdoB), protocolado na terça-feira (11) na Secretaria da Câmara Municipal, institui a obrigatoriedade na contratação de mão de obra local pelas empresas concessionárias e permissionárias que prestam serviços em Sumaré. Antes de ir a discussão e votação no plenário, o PL deve passar pelas comissões parlamentares. 

De acordo com a proposta, a obrigatoriedade de contratação será aplicada a empresas que tenham mais de 15 funcionários. Elas serão obrigadas a admitir e a manter empregados prioritariamente trabalhadores domiciliados no município, na proporção de 60% do seu quadro efetivo de funcionários, que tenham no mínimo um ano de domicílio eleitoral na cidade.

O vereador esclarece na propositura que essa determinação não será aplicada somente na hipótese de admissão de empregado para ocupar cargo de chefia e direção de equipes. Para efeitos de fiscalização, a empresa prestadora de serviços deverá encaminhar ao responsável pela gestão dos contratos uma relação semestral de empregados, com as respectivas funções exercidas e o município onde residem.

“Toda contratação para prestação de serviços públicos no âmbito municipal deve ser acompanhada de contrapartidas que beneficiem a administração local e seus moradores. A proteção da maioria da força trabalhadora das empresas concessionárias gerará emprego e renda para a população da cidade. Além de valorizar a mão de obra local, a empresa também se beneficiará com a economia agregada a essas contratações, já que haverá menor custo com a locomoção dos trabalhadores”, afirma Brianes.

O projeto prevê também que, em caso de descumprimento, a empresa será notificada pela prefeitura, podendo apresentar defesa no prazo improrrogável de 15 dias. Se a defesa não for apresentada ou acatada, haverá aplicação de multa de R$ 10.000, multiplicado pelo número de pessoas que faltam para completar o percentual determinado. Na hipótese de reincidência, deve ocorrer a rescisão unilateral do contrato pela administração.



Versão para Impressão

Publicado em: 14 de fevereiro de 2020

Cadastre-se e receba notícias em seu email

Categoria: Notícias da Câmara

Fique por dentro

Outras Notícias

Câmara de Sumaré suspende atendimento ao público para prevenir Covid-19

01 de abril de 2020

  Medida é adotada como forma de ajudar nos esforços de prevenção à circulação do Coronavírus; sessão ordinária deste terça-feira será mantida, mas poderá ser acompanhada apenas pela internet...

Leia Mais

Willian quer mais tempo para votar a reforma da previdência municipal

01 de abril de 2020

Presidente da Câmara de Sumaré enviou ofício solicitando extensão do prazo ao secretário especial de Previdência e Trabalho do Governo Federal   O presidente da Câmara Municipal de Sumaré, veread...

Leia Mais

Willian solicita que concessionária garanta abastecimento de água durante pandemia de Covid-19

20 de março de 2020

Presidente da Câmara de Sumaré sugeriu adoção do sistema by-pass, utilizado na cidade vizinha de Nova Odessa, para canalização da água e manutenção do fornecimento   O presidente da Câmara Munici...

Leia Mais

Câmara cria Frente Parlamentar para acompanhar prevenção de Covid-19 em Sumaré

19 de março de 2020

Vereadores decidiram também cancelar a oitiva com representante da Ouro Verde que estava marcada para quinta-feira   Durante a sessão ordinária desta terça-feira (17), os vereadores de Sumaré apr...

Leia Mais

Câmara de Sumaré adota novos procedimentos para prevenção do Covid-19

17 de março de 2020

Medidas para conter propagação do novo vírus incluem teste de condições de saúde para funcionários e vereadores, utilização individual de microfones em sessões plenárias e realização de atividades...

Leia Mais

Fechada para o público, Câmara de Sumaré disponibiliza Whatsapp para reforçar comunicação

17 de março de 2020

Telefone (19) 97125-6880 funcionará de segunda a sexta, das 8h às 17h, para tirar dúvidas e atender a demandas sobre serviços oferecidos pelo Legislativo Municipal   A Câmara Municipal de Sumaré...

Leia Mais

 

Copyright 2020 Todos os Direitos Reservados | Desenvolvido por: Sino Informática.