Notícias



Os vereadores de Sumaré aprovaram projetos em sessão ordinária e extraordinária nesta terça, 28

Os vereadores de Sumaré aprovaram projetos em sessão ordinária e extraordinária nesta terça, 28
Visualize fotos

Na noite desta terça-feira (28/11), os vereadores de Sumaré aprovaram as propostas de lei durante a 39ª Sessão Ordinária e também durante uma sessão extraordinária realizada logo após. Também foi tema de discussão acalorada no plenário a dupla função acumulada por alguns motoristas de cobrador nos ônibus do transporte público do município e um artigo de um jornal relatando sobre o Horto Florestal que comemorou 100 anos no último sábado.
Na fase de expediente da sessão, o vereador Marcio Brianes usou a palavra para discutir a reclamação trazida pela população em relação aos atrasos nas linhas de ônibus da empresa Auto Viação Ouro Verde/Rápido Luxo Campinas. Por meio do requerimento nº 393, o vereador denuncia mais uma vez o descaso. “A população está sendo prejudicada pelos atrasos nas linhas ocorridos com freqüência com a saída dos cobradores dos ônibus”, comentou.
Outros vereadores discutiram a polêmica e o vereador Dr. Champam (PSDB) lembrou que há uma CEI (Comissão Especial de Inquérito) em andamento e que, como relator, fará as devidas cobranças e indicações ao Ministério Público. “Se essa empresa não cumprir o contrato e continuar oferecendo esse péssimo serviço, vamos sugerir que se retire de nossa cidade”, disse.
A moção de repúdio do vereador Ulisses Gomes (PT) também foi outro motivo de discussão acalorada. Ela é direcionada às declarações feitas pelo senhor Alaerte Menuzzo, professor de história e diretor do Pró-Memória de Sumaré, em artigo no jornal Tribuna Liberal do último domingo, dia 26 de novembro de 2017, a respeito do Horto Florestal.
“O senhor Alaerte Menuzzo comete vários equívocos e omite parte da história do horto florestal, criminalizando os assentamentos e ataca vereadores, prefeitos e governadores. É muito triste ler esse tipo de matéria preconceituosa de uma pessoa que representa uma entidade pela qual tenho total respeito, mas que deveria proteger a memória de nossa cidade como um todo e não utilizar de ideologias pessoais para dar enfoque em uma parcela da história com estereótipos e omitir outras”, comentou o vereador.
PROJETOS APROVADOS
Os vereadores da Câmara Municipal de Sumaré aprovaram em primeiro turno o projeto de lei nº 159/17 do Poder Executivo que orça a receita e fixa a despesa do município para o exercício de 2018 nesta terça-feira (28) durante a 39ª Sessão Ordinária do ano.
O Projeto de Lei Orçamentária Anual (LOA) prevê um montante no valor de R$ R$ 731.803.000,00 (setecentos e trinta e um milhões e oitenta e três mil reais).
Também aprovaram a proposta de Emenda à Lei Orgânica nº 04 do vereador Hélio Silva (PPS) que altera a redação do inciso V do artigo 114.
O Artigo 114 diz que a administração pública direta, indireta e fundacional do Município obedecerá aos princípios de legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade, transparência. O inciso V diz que a Lei estabelecerá os casos de contratações por tempo determinado de um (01) ou dois (02) anos, vedada a recontratação, para atender a necessidade temporária de excepcional interesse público, condicionada a admissão à prova de habilitação nas profissões cujos exercícios são regulamentados por lei.
O vereador Hélio propõe a retirada do trecho “vedada a recontratação”.
Na mesma noite, o presidente da Câmara Municipal de Sumaré convocou sessão extraordinária a pedido do prefeito Luiz Alfredo Dalben e os vereadores aprovaram dois projetos de lei.
O primeiro, de nº 45/17, dispõe sobre a jornada de trabalho dos recreacionistas municipais durante os períodos de recesso escolar. O objetivo é adaptar a jornada de trabalho das auxiliares e recreacionistas municipais aos interesses municipais nos períodos de recesso escolar, especialmente em relação às atividades desenvolvidas pelo corpo docente nos estabelecimentos de ensino onde eles exerçam as suas atribuições.
O segundo projeto, de nº 46/17, propõe readequação da Lei Municipal nº 5.960/17, que dispôs sobre a criação da agência reguladora de serviços públicos do município, objetivando melhor atendimento aos usuários.
 




Publicado em: 07 de dezembro de 2017

Cadastre-se e receba notícias em seu email

Categoria: Notícias da Câmara

Fique por dentro

Outras Notícias

Convite

22 de fevereiro de 2018

A Câmara Municipal de Sumaré, através de seu Presidente Joel Cardoso da Luz, sente-se honrado em convidá-lo (a) para a Sessão Solene de Posse do Vereador diplomado Antônio Dirceu Dalben a realizar-...

Leia Mais

Vereador propõe a exigência de bombeiro civil em ambientes privados

21 de fevereiro de 2018

Os vereadores de Sumaré irão discutir e votar projeto de lei nº 207/17, de autoria do vereador Willian Souza (PT), que institui a obrigatoriedade em todo o município da presença de um bombeiro civi...

Leia Mais

Câmara de Sumaré recebe notificação do Cartório Eleitoral informando a data de reprocessamento dos votos das eleições 2016

20 de fevereiro de 2018

A Câmara de Sumaré recebeu no final da tarde desta sexta-feira (16/02) uma notificação da dra. Ana Lia Beal, juíza da 230ª Zona Eleitoral de Sumaré, informando a data da cerimônia de reprocessament...

Leia Mais

Vereador Décio cobra Governo do Estado para retomar as obras da ETEC Sumaré

19 de fevereiro de 2018

O vereador Décio Marmirolli (PSB) cobrou do governo do Estado a retomada das obras de construção da ETEC (Escola Técnica Estadual) e limpeza do terreno onde será instalada. O ofício encaminhado ao...

Leia Mais

Câmara de Sumaré é a primeira da RMC a aprovar projeto da Lei Lucas

16 de fevereiro de 2018

A Câmara de Sumaré é a primeira da RMC a aprovar o projeto da Lei Lucas apresentado e/ou protocolado em outros mais de 50 municípios. O projeto de lei nº 03/18, de autoria do vereador Ney do Gás (P...

Leia Mais

Lei do vereador Dr. Sérgio Rosa garante isenção de IPTU para portadores de câncer com renda baixa

15 de fevereiro de 2018

A isenção de pagamento do IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) aos portadores de neoplasia maligna (câncer) é Lei Municipal em Sumaré desde abril do ano passado. A lei do vereador Dr. Sérgio...

Leia Mais

 

Copyright 2018 Todos os Direitos Reservados | Desenvolvido por: Sino Informática.